Todos os posts com a tag: #expresso periférico

Arquiteto da futura Casa de Cultura da Cidade Ademar fala sobre o projeto do novo espaço popular

 Em entrevista ao site Expresso Periférico (ver aqui), o arquiteto Estevão Sabatier, responsável pelo Projeto da Casa de Cultura de Cidade Ademar, fala sobre o futuro projeto do novo espaço popular que deverá ser construído em breve. O Expresso Periférico deste mês entrevistou o arquiteto e urbanista Estevão Sabatier. Formado também em Engenharia Civil, num programa de dupla formação, Estevão trabalhou a maior parte da sua trajetória na área de restauro, com levantamentos e projetos em edifícios históricos tombados em diversos lugares de São Paulo e do Brasil. Em 2019, foi convidado a coordenar a equipe de projetos e obras da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), onde está até hoje. Foi um dos responsáveis pelo projeto arquitetônico inicial da Casa de Cultura de Cidade Ademar, desejo antigo de artistas, coletivos culturais, ativistas da cultura e sociedade civil, hoje em fase de desenvolvimento do projeto executivo. Expresso Periférico:  Estamos diante de um arquiteto da Prefeitura que tem acompanhado o projeto de construção da Casa de Cultura da Cidade Ademar. Qual o seu envolvimento com esse projeto? …

NÃO AO SAMPAPREV 2!

Resistir ao SAMPAPREV 2 é, antes de tudo, uma luta pela dignidade de do servidor público municipal.  Por João Batista do Expresso Periférico Diante de uma das maiores crises da humanidade, que teve o Brasil como epicentro, covardemente, o Prefeito de São Paulo Ricardo Nunes tenta aprovar um pacote de maldades, que tem como objetivo principal o sucateamento ainda maior dos serviços públicos. Num cenário com mais de 600 mil mortos por COVID-19, mais de 90 milhões de pessoas entre desempregados e subempregados, mais da metade das famílias em estágio de insegurança alimentar, carestia, escalada da violência, entre outros problemas. É que o Prefeito apresenta seu pacote de maldades e à “toque de caixa”, juntamente com o Presidente da Câmara Municipal, Milton Leite, que com seu modo de conduzir os trabalhos no legislativo paulistano, faz jus à expressão “tratorar”, atropelando a tudo e a todos, é que eles vêm buscando retirar dos(as) trabalhadores(as) e entregar ainda mais aos bancos e grandes empresas. Os projetos de lei apresentados pelo executivo, vão desde: o aumento do IPTU …

A quem interessa a Reforma do Ensino Médio

As políticas neoliberais para a educação, impulsionadas a partir do golpe de 2016. Por Bárbara PontesDo Expresso Periférico A reforma do Ensino Médio foi proposta em setembro de 2016, logo após o golpe que depôs a presidenta Dilma Rousseff e instituiu o golpista Michel Temer como presidente. Sob comando de Mendonça Filho no Ministério da Educação, a reforma propôs a redução da carga horária das disciplinas gerais do Ensino Médio, tornando obrigatórias apenas Português e Matemática. Instituiu os itinerários formativos (especialização dentro de uma das áreas do conhecimento ou ensino técnico profissionalizante); tornou Inglês disciplina obrigatória como língua estrangeira; permitiu o notório saber para a prática docente, sem a necessidade de diploma em licenciatura; ampliou a carga horária total do Ensino Médio e permitiu que parte do ensino fosse oferecido na modalidade à distância. Além disso, a proposta inicial retirava a obrigatoriedade de Artes, Educação Física, Sociologia e Filosofia.   A reforma foi proposta no bojo das políticas neoliberais de austeridade fiscal impulsionadas a partir do golpe de 2016. Vale lembrar que no mesmo período foi …

Brasil: meu Deus, meu Deus, por que nos abandonas-te?

Crônica escrita por Vicente Ruiz “Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza (mas que beleza!)”. Esta canção de Jorge Ben Jor era praticamente um hino cantado por todo brasileiro na década de setenta. Tudo sorria para as pessoas alienadas: campeões do mundo no futebol. “Brasil, ame-o ou deixe-o” era o slogan da ditadura. “Eu te amo meu Brasil eu te amo, meu coração é verde amarelo azul…” Todos cantavam. O Cristo Redentor cuidava do Rio de Janeiro (do Brasil) desde o alto do morro… Essa euforia que a ignorância proporcionava, permitiu aos torturadores mostrar a cara mais vil do ser, chamado erroneamente de humano. Acreditamos, durante muitos anos, que Deus abençoava o Brasil. Nos sentíamos o filho predileto dele. Nos parecia tão natural! Brasileiro é tão alegre, simpático, acolhedor! O Brasil era um jardim natural! O começo do século XXI nos sorria. O Brasil era admirado no mundo inteiro. Éramos crianças mimadas por um pai que nos comprava montes de brinquedos antes de pedi-los. Aprendemos a acumular, não a repartir. Ficamos …