Todos os posts com a tag: Córrego Zavuvus

Pesquisa da Sabesp aponta que 9 em 10 moradores aprovam despoluição do Zavuvus

Levantamento na Vila Joaniza, um dos primeiros locais a receber ação da Sabesp, revela que 97% consideram importantes as obras de saneamento; para 69%, elas trouxeram benefícios como redução da sujeira, do mau cheiro e de doenças, entretanto a situação na Vila Missionária ainda há problemas. Nove em cada dez moradores e trabalhadores da Vila Joaniza (ou 93%)  aprovam  as  obras  da  Sabesp  para despoluição do córrego Zavuvus, realizadas dentro do programa Novo Rio Pinheiros, e quase a totalidade (ou 97%)  considera  a  despoluição muito importante/importante. Além disso, a eficiência  do Novo Rio Pinheiros para tornar mais limpo um dos principais rios  de  São  Paulo  tem nota 7,8. Os dados são de levantamento realizado para  a Companhia pelo Instituto FSB Pesquisa com moradores, trabalhadores e comerciantes da região. A reportagem do jornal o Bairro Cidade Ademar também esteve no local e ouviu alguns moradores, que apesar de aprovarem, afirmam que a situação do Córrego Zavuvus em alguns pontos continuam criticas, e não mudaram nada, principalmente alguns metros antes da Vila Joaniza, ou seja na Vila …

Obras para a despoluição dos córregos Zavuvus e Cordeiro devem terminar este ano

Desde 2019 quem passa pela Avenida Cupecê sofre com os intensos trânsitos por conta das obras da Sabesp para a despoluição dos córregos Zavuvus e do Cordeiro.  Obras também ajudaram a mapear construções irregulares em toda a região para possíveis desapropriações e construções de casas populares entre outras obras. Em 2019 a Sabesp começou a entrar nas comunidades de toda a região da Cidade Ademar para canalizar dezenas de córregos desconhecidos, que são os principais afluentes dos córregos do Cordeiro e Zavuvus. Estas obras também servem para mapear áreas de invasões e residências irregulares dentro das comunidades, aonde a autarquia vem canalizando dezenas de afluentes que passam por dentro das comunidades, onde a empresa e mesmo o Poder Público não tem acesso devido às dificuldades de entrarem em vielas, por onde não entram nenhum tipo de veículos e conseguiram entrar nestes locais com o consentimento de diversas lideranças comunitárias. Por conta deste trabalho, diversos locais foram mapeados em toda a região. O jornal O Bairro teve acesso ao documento, que consta possíveis desapropriações em toda …