Cidade Ademar, Notícias
Deixe um comentário

Faróis quebrados – Mortes e acidentes na Cupecê são ignoradas pelas autoridades

De acordo com relatos de comerciantes, duas pessoas morreram na esquina entre a Avenida Cupecê e Rua Rio Grande do Norte e os acidentes no local são rotinas.

Inconformados com o perigo de atravessar a Avenida Cupecê com a Rua Rio Grande do Norte, tanto para os motoristas, quanto para os pedestres, comerciantes colocaram um cartaz na via alertando a população, sobre o risco de morte ao atravessar naquele local. Isto porque já testemunharam duas mortes e dezenas de acidentes nos últimos meses por conta dos semáforos quebrados e a situação piorou nos últimos dois meses quando os faróis da região não funcionam, por mais que as equipes técnicas da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) tentem arrumá-los.

Cartaz alerta a população sobre o risco de morte na Avenida Cupecê devido aos semáforos quebrados

No mês passado, a reportagem do jornal O Bairro publicou matéria sobre o problema que já dura meses praticamente em todos s semáforos da região do Jardim Miriam. Estes equipamentos param de funcionar ou por falha técnica, ou por conta de falta de manutenção, ou ainda por conta de furtos dos fios destes equipamentos. As únicas medidas tomadas nestes últimos dias tomadas pela CET foram colocar cavaletes interditando alguns acessos em alguns pontos.

Entretanto, a manutenção é constante, praticamente, todas as semanas, veículos de manutenção estão em um dos 15 semáforos, na Avenida Cupecê, entre as ruas Rio Grande do Sul, até a Praça do Jardim Miriam. “Mas quando arruma um, dois param de funcionar””, comentou o morador Carlos Eduardo, que mora na região há 30 anos.

Crianças em risco – Os pontos mais perigosos são em frente ao Colégio Videira Filho, na Rua Rio Grande do Norte, e a Escola Estadual Leonor Quadros, no Jardim Miriam onde centenas de crianças passam por estes locais diariamente. Mesmo assim, autoridades ainda não solucionaram o problema.

A reportagem do jornal O Bairro entrou em contato com a Prefeitura via Assessoria de Imprensa, e não obteve nenhuma resposta sobre o problema.

Este post foi publicado em: Cidade Ademar, Notícias

por

Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo, Letras, pela Faculdade Diadema. Pós-Graduado em Estudos Linguísticos e Literários pela Fundação Santo André. Andante das ruas da Cidade Ademar e de toda São Paulo e apaixonado pelas comidas de boteco e futebol, principalmente futebol de várzea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s