Cidade Ademar, Entrevista
Deixe um comentário

Rogério Balzano fala sobre obras, zeladoria e limpeza pública

Entrevista com o subprefeito da Cidade Ademar Rogério Balzano

O Subprefeito da Cidade Ademar Rogério Balzano foi nomeado em fevereiro pelo prefeito de São Paulo Ricardo Nunes (MDB) e tem vários desafios para administrar a Subprefeitura da Cidade Ademar e Pedreira uma das maiores de São Paulo, com mais de 500 mil habitantes. Com o orçamento de R$ 45 milhões, que vai praticamente para zeladoria e pagamento de funcionários, a Subprefeitura, porém conta com grandes obras que vão impactar toda a região, a construção do CEU Cidade Ademar; o Polo Cultural da Cidade Ademar e a construção da mais de mil casas populares na Vila Guacuri, próximo ao sete campos na região da Pedreira.

Estas casas populares são obras que contemplam redes de água e esgoto, canalização de córrego, eliminação de áreas de risco e reassentamento de famílias em novas unidades habitacionais. Foram investidos R$ 44,3 milhões no local e as obras serão finalizadas até 2024. Ainda serão construídas mil unidades habitacionais, creche, um parque linear, ciclovia e equipamentos de esporte e lazer.

Já os trabalhos da subprefeitura com a zeladoria, o trabalho de limpeza é essencial, entretanto, poderia ser gasto menos, caso a população não jogasse entulho nas vias. “Isto é um problema cultural, este valor que é gasto neste tipo de limpeza poderia ser empregado em outra coisa em prol da população”, comentou.

O subprefeito relata que já atuou na Cidade Ademar há 13 anos. “Muitas coisas melhoraram em relação à última vez em que estive na região. Problemas como as canalizações dos córregos, riscos de invasão em áreas de mananciais, está mais fácil de administrar, pois existem uma Guarda Ambiental que atua na região e estas áreas estão sendo monitoradas por drones”, relatou.

O agravante aumento de pessoas em situação de vulnerabilidade, que acontece em todas as regiões, principalmente nos grandes centros e inclusive aqui na Cidade Ademar é visto com preocupação pela subprefeitura. “O que fazemos é simplesmente o apoio à limpeza das áreas onde as pessoas estão acampadas, cabe ao Serviço Social cadastrar estas pessoas e encaminhá-las aos órgãos responsáveis”, informou.

Trânsito na Alvarenga – De acordo com Balzano uma das medidas para melhorar o tráfego na Avenida Alvarenga é estabelecer horários de tráfego de caminhões na via. Estes seriam desviados para pegarem a Avenida Cupecê, que tem um escoamento melhor de veículos.

Ouça a entrevista completa no podcast Krônicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s