Notícias
Deixe um comentário

Sabesp e Prefeitura assinam convênio para urbanização na região da Guarapiranga

A  Sabesp e a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal   de  Habitação  (Sehab),  assinaram  nesta  sexta-feira  (3/12) convênio  para ações de urbanização da bacia da Guarapiranga, contribuindo  diretamente  para  a  despoluição  da represa. Pelo convênio, a Sabesp vai repassar  R$  61,1  milhões  ao  Município  para  execução  de  obras  de abastecimento  de  água  e  esgotamento sanitário no âmbito do Programa de Recuperação  Ambiental  de  Mananciais, Urbanização de Favelas e Melhorias  Urbanas. “Estamos  celebrando aqui a qualidade de vida. Esse esforço que o Estado e a  Prefeitura  fazem  deve  ser  permanente  e  é muito bom, nessa fase de retomada   econômica,   poder  proporcionar  esse  convênio”,  destacou  o Governador  em  Exercício  Rodrigo Garcia, durante evento de assinatura no  Palácio  dos Bandeirantes. “Estamos aqui hoje preservando a nossa fonte de  mananciais e procurando dar dignidade com moradia adequada”, completou.

 A  formalização  deste  convênio  é  importante  para  que  o município dê andamento  às  ações  para  regularização  de  moradias  que se instalaram  informalmente  no  entorno  da Guarapiranga. O convênio contempla diversos  núcleos  habitacionais  que  ficam  ao redor da represa e que, em razão da situação  de  informalidade,  não  contam  hoje com redes de esgoto. Entre esses  núcleos  estão Chácara do Conde, Cantinho do Céu, Mata Virgem, João Manoel  Vaz,  Nakamura,  Angela,  Cavalo  Branco,  Alto da Alegria, Jardim Orion,  Monte  Verde,  Apurá , Orion Cidade Julia, Chacara Flórida, Angelo Tarsini, Boulevard da Paz, onde vivem cerca de 192.000 mil  de pessoas.

Pela  parceria,  a  Sabesp assessora e fiscaliza a execução pela Sehab das obras  para  abastecimento  e  esgoto  na  região. Após a conclusão dessas obras, a Companhia passa a operar as novas redes de água e esgoto.

 Saneamento na Guarapiranga

 A  Sabesp  investe  atualmente  na  bacia  da  Guarapiranga mais de R$ 203 milhões  em  obras para ampliar coleta e tratamento de esgoto. Nos últimos anos,  as  ações  da Companhia já garantiram mais saneamento na região. Em 2016,  a  vazão  de esgoto enviada para tratamento era de 534,3 litros por segundo;  em  2021,  essa  vazão  quase  dobrou  e foi a 991,81 litros por segundo.  Tais  ações  fizeram  com  que  índice  de  qualidade da água se mantivesse ao longo dos anos como bom, conforme as normas ambientais.

 Para  preservar  a  represa,  a Sabesp também realiza desde 2011 ações por meio  do Programa  Nossa  Guarapiranga. De lá para cá, já foram retirados 204,6 mil m³ de resíduos, o equivalente a 10,23 mil caminhões basculantes,  sendo  178 mil m³ de macrófitas (plantas aquáticas) e 26,6 mil m³ de lixo.

 O  trabalho  da  Companhia  é diário e acontece em 3 frentes: instalação e manutenção  de  Ecobarreiras  que  estão  em  operação  para  retenção  de resíduos; coleta de lixo no corpo d’água e nas margens; remoção do excesso de  plantas  aquáticas.  Em  parceria  com a Unesp, dois barcos com braços robóticos  coletam as plantas e grandes objetos como sofás, TVs e carcaças de veículos.

 Importante  ressaltar  que  a  preservação  da  Guarapiranga e de todos os demais  rios  e  córregos  é  uma  responsabilidade  coletiva, cabendo aos municípios  a  devida  coleta do lixo e, à população, o descarte em locais adequados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s